A VOLTA DO DOLCE ABITARE


Nesses últimos 12 meses bastante coisa aconteceu. A reforma da “A Casa Mia“foi finalizada, nos mudamos finalmente para ela e adotamos um filhote de golden para nos acompanhar nessa nova fase da nossas vidas.

Como todo mundo sabe, obras são sempre cheias de surpresas inesperadas e quase sempre acaba fugindo das nossas aspirações iniciais. Falo isso como arquiteta que trabalha com obra a quase 10 anos… Se gerenciar reforma de outras pessoas já é bastante árduo e desgastante, com certeza absoluta dá um milhão de vezes mais trabalho quando a obra é nossa.

Muitos perrengues foram superados, tivemos um sério problema com o empreiteiro que estava fazendo a obra – fica a dica tá! Eu como arquiteta prego isso a todos os meus clientes e amigos, mas como “Casa de ferreiro, espeto é de pau”, agente só aprende vivendo – Mesmo que você tenha um empreiteiro de extrema confiança, para uma obra de grande porte como foi a minha, sempre que puder optar por uma construtora ou empresa de engenharia que te faz um contrato com prazos, gastos e serviços muito bem definidos, OPTE PELA CONSTRUTORA!! Foi a decisão que acabamos tomando. Um empreiteiro pode ser mais barato, mas as dores de cabeça e a falta que faz ter um engenheiro que responda pela sua obra faz toda a diferença. Quase sempre a economia não se justifica.

Hoje, mais de um ano depois vou postar aos poucos como ficou o resultado do nosso sonho bastante turbulento… Além de continuar compartilhando ideias, referências e inspirações para o seu Dolce Abitare!

FORRO DE GESSO


Na semana passada concluímos a instalação do forro de gesso. Por se tratar de uma construção antiga, a casa já está bem “acomodada” no terreno e não ocorre muita movimentação, com isso optamos por utilizar plaquinhas de gesso ao invés de drywall, elas são mais suscetíveis a trincas mas têm um custo menor. Para seguir com a re-leitura do art deco, utilizamos uma moldura em L com um pequeno detalhe. Na próxima etapa, será aplicada massa corrida e primeira demão de tinta em todo o forro seguido pela furação para iluminação. Veja detalhes do trabalho realizado:


Apesar de simples, não encontramos a moldura que queríamos, ela precisou ser personalizada 


A moldura serviu como apoio para o forro, que ficou solto nas laterais, tendo espaço para dilatação


Trabalhando com um rebaixo mínimo de 15cm, conseguimos manter um pé direito bom, com altura de 2,80m

 

HIDRÁULICA BANHEIRO


Após a remoção de pisos, revestimentos, louças e metáis, e a reestruturação elétrica, foi confeccionada a nova hidráulica para o banheiro, que irá receber aquecimento central e banheira de imersão. Veja as etapas realizadas:


O projeto de reforma do banheiro visa trazer de volta as características originais da casa junto com a modernização das instalações 


Na primeira etapa, foi removida a tubulação antiga (de ferro) e o entulho que preenchia a laje rebaixada, por onde passa o encanamento



O ramal principal (de 100mm) foi posicionado do vaso até a coluna e interligado a caixa sifonada (que recebe o ralo e a saída de água da banheira) e a tubulação da pia



Para a tubulação de água quente, foram utilizados os tubos e conexões Aquatherm da Tigre, que possuem um custo mais baixo e instalação mais simples que os de cobre, são colados da mesma forma que os de pvc para água fria


Um novo contra-piso foi feito


Para controlar o fluxo de água entre a bica da banheira e o chuveiro, foi instalado o Misturador Monocomando com Desviador da Deca, modelo Smart (no detalhe)


Foi construída a alvenaria para apoiar a banheira de imersão Celite Europa em aço esmaltado (no detalhe)

INFRA AR CONDICIONADO

Aí vai uma dica útil para quem quer deixar a infra-estrutura para ar condicionado pronta e que não pretende instalar o split imediatamente, por questões financeiras ou para averiguar se o aparelho é realmente necessário. Para não ficar com os tubos e cabos do ar pendurados na parede, existe uma solução: a Caixa de Passagem para Split da Polar. Ela é dimensionada para receber todas as conexões do Split, tem saída para o dreno, e fica embutida na parede com uma fina camada de massa corrida sobre a tampa da frente. Quando resolver instalar o ar condicionado, basta recortar esta tampa sem precisar estragar a sua parede, o tamanho do recorte já é calculado para que o split o esconda, dessa forma você não precisa mexer com nada de obra quando resolver instalar. Veja as etapas da instalação na nossa casa:


Optamos por deixar a infra para o ar condicionado apenas no dormitório principal. A parede escolhida faz divisa com o banheiro, isso facilita a instalação do dreno, que deve ser conectado em uma caixa sifonada (ralo), para que não retorne mau cheiro

O tubos que partem da caixa do split, passam sobre o forro do banheiro…

…e chegam até a sacada, onde ficará a condensadora.


Após fechar os cortes, uma camada de massa corrida foi aplicada para esconder a caixa com os tubos, e deve receber pintura em breve…

Lembre-se de fazer uma vista e marcar a posição da caixa, para quando for instalar, não quebrar no lugar errado e estragar a parede!!

ELÉTRICA,
ILUMINAÇÃO E DADOS

Com a primeira etapa de demolição e limpeza concluída, iniciamos a reestruturação da elétrica, iluminação e dados. A parte elétrica da casa ainda era a dos anos 1950!! Conduites de ferro (que estavam incrivelmente em bom estado), um número muito pequeno de circuitos, iluminação com ponto único na laje e dados (telefone, TV, etc…) entrando pelo telhado, precisavam de um retrofit!

O novo projeto inclui circuitos dedicados a ar-condicionado, aquecedores, lavadora/secadora, persianas elétricas, etc. A iluminação está sendo distribuída pelos ambientes para ser aplicada no novo forro de gesso. Cabos de telefone, TV e rede, partem da central e seguem independentes para cada ambiente.

Planta de iluminação: pontos, interruptores e circuitos são detalhados

Planta de elétrica: tomadas, pontos de rede, telefone e antena são detalhados

Corte da parede e instalação dos novos “eletrodutos”

Ponto para TV na parede: um tubo de 40mm será instalado para passagem de cabos com plugue, como o HDMI

Estrutura para a iluminação em forro de gesso toda parafusada na laje

Parede pronta para receber o quadro de distribuição e de dados. A localização no centro da casa encurtou a distância para os ambientes gerando enconomia de cabos e eletrodutos