TRIÂNGULO EMBUTIDO

Mais um desafio iniciado antes das obras: O restauro do armário embutido da cozinha! Ele ocupa uma “sobra” da planta da casa, entre o hall, a cozinha e o living, formando uma espécie de prisma triangular. O interior ainda preserva revestimento e pisos originais, e as prateleiras são de granilite. Nessa primeira etapa retiramos as portas e dobradiças, e removemos as muitas camadas de tinta acumuladas durante décadas, que escondiam os detalhes das portas. Em seguida, após a parte pesada da obra, iremos limpar o interior e pintar novamente as portas. Veja mais detalhes do restauro:

O armário embutido é um triângulo entre hall, cozinha e living

Portas e dobradiças foram removidas


Com o auxílio do gel removedor Striptizi as diversas camadas de tinta foram extraídas

Para finalizar esta etapa, utilizamos uma lixadeira orbital para eliminar as sobras de tinta

RESTAURANDO ARMÁRIO

Antes do início da obra resolvemos restaurar o armário embutido do dormitório. Ele estava bem deteriorado: puxadores quebrados, dobradiças enferrujadas, verniz desgastado, e com grande parte do fundo mofado (resultado de uma antiga infiltração na parede). Mesmo com todos estes problemas achamos que seria uma boa economia restaura-lo, ele tem uma tamanho muito bom: 3,70 x 2,90. Veja as etapas do restauro:

Muitos finais de semanas de muito trabalho: no começo era bem divertido… no meio quase desistimos… mas no final, foi gratificante

Armário original: com verniz escuro e desgastado

O fundo mofado foi todo removido

Com todas as partes desmontados, utilizamos uma lixadeira orbital para remover o verniz e imperfeições

Com o auxílio de uma pistola de pintura, foram aplicadas duas demãos de fundo base nivelador e lixados manualmente com lixa fina (180)

Em seguida, duas demãos de esmalte sintético acetinado… 

Para o novo fundo utilizamos placas de mdf de 4mm cortadas sob medida na Casa Giacomo

Gaveteiros, calceiros, cabideiros e prateleiras, foram lixados encerados

As portas ganharam dobradiças novas e aguardam demão final e puxadores novos assim que a obra estiver finalizada

ELÉTRICA,
ILUMINAÇÃO E DADOS

Com a primeira etapa de demolição e limpeza concluída, iniciamos a reestruturação da elétrica, iluminação e dados. A parte elétrica da casa ainda era a dos anos 1950!! Conduites de ferro (que estavam incrivelmente em bom estado), um número muito pequeno de circuitos, iluminação com ponto único na laje e dados (telefone, TV, etc…) entrando pelo telhado, precisavam de um retrofit!

O novo projeto inclui circuitos dedicados a ar-condicionado, aquecedores, lavadora/secadora, persianas elétricas, etc. A iluminação está sendo distribuída pelos ambientes para ser aplicada no novo forro de gesso. Cabos de telefone, TV e rede, partem da central e seguem independentes para cada ambiente.

Planta de iluminação: pontos, interruptores e circuitos são detalhados

Planta de elétrica: tomadas, pontos de rede, telefone e antena são detalhados

Corte da parede e instalação dos novos “eletrodutos”

Ponto para TV na parede: um tubo de 40mm será instalado para passagem de cabos com plugue, como o HDMI

Estrutura para a iluminação em forro de gesso toda parafusada na laje

Parede pronta para receber o quadro de distribuição e de dados. A localização no centro da casa encurtou a distância para os ambientes gerando enconomia de cabos e eletrodutos 

DEMOLIÇÃO E LIMPEZA

O trabalho de demolição e limpeza foi iniciado. Nesta etapa, todo o material que não será utilizado deve ser removido: tacos, pisos, revestimentos, esquadrias, etc. As aberturas de vãos, remoção de paredes e qualquer intervenção que gere entulho, devem ser feitas agora, para que  ocorra o mínimo de cruzamento de materiais (entulho saindo x peças novas entrando). Lembre-se, ao contratar a caçamba de entulho, especifique qual material será descartado (madeira, alvenaria, gesso, etc), cada um tem como destino um aterro e possuem valores diferentes.

PROJETO E EXECUÇÃO

Foi relativamente fácil chegar a concepção do projeto, já tínhamos mais ou menos tudo na cabeça de como queríamos nossa casa. Aí veio nossa primeira grande questão: quem iria fazer essa reforma? Por trabalhar no ramo, conheço muitos empreiteiros e construtoras aptos a executar esse trabalho, mas quando se trata de nossa própria casa a coisa se torna um pouco mais complicada de resolver. Novamente temos a questão valor juntamente com a qualidade do serviço e prazos. Fizemos muitos orçamentos e comparativos de vantagens e desvantagens. Importante lembrar que quando orçamos uma obra, o ideal é ter especificado todos os serviços no orçamento para que o comparativo seja real, e prestar a atenção ao fato de que alguns empreiteiros incluem no valor o material básico e outros não. Acabamos por escolher o que nos pareceu mais honesto e de acordo com os nossos padrões.

Antes mesmo de começarmos a obra enfrentamos uma outra questão: por se tratar de uma casa, tivemos que dar entrada no alvará de reforma prefeitura (que sinceramente é bem chato e muito complicado), incrível como é burocrático para que alguém possa tirar vantagem da situação. Sou formada a quase 4 anos e trabalho com arquitetura desde a faculdade, sempre que precisei desse serviço, contratei um prestador tercerizado, na faculdade não temos aulas ou informações de como ocorre esse processo… Como se trata de minha casa achei justo que eu a fizesse por inteiro e procurei por manuais ou tutoriais de como fazê-lo. Há pouco tempo o sistema mudou e hoje tudo é feito pela internet, o site da prefeitura de São Paulo dispõe de um tutorial para aprovação de projetos nesse link: Aprov – Guia para aprovação de projetos. Mas, para preencher os formulários as informações sempre são ambíguas e inconsistentes. Deixo aqui meu manifesto e minha revolta com nosso sistema, nem o CAU (conselho de arquitetura e urbanismo) que somos obrigados a ter o registro e pagar anualmente para podermos exercer nossa profissão de arquiteto não nos auxilia em nada. Conclusão: novamente tive que contratar um serviço tercerizado, mas dessa vez para tentar entender e aprender o processo.
Empreiteiro contratado e placa de obra fixada!! É hora de começar os trabalhos… No próximo post vou mostrar a etapa de demolição e remoção de entulho…