RECEBI AS CHAVES E AGORA?


img_8522

Muitas pessoas se deparam com essa questão em uma certa etapa da vida, e a dúvida é principalmente se devem ou não contratar um profissional para ajudar nesse processo.

CONTRATAR OU NÃO UM PROFISSIONAL?
Para responder essa pergunta, vamos começar do princípio: a primeira coisa a ser avaliada ainda no estágio de escolha e compra do imóvel é se ele se encaixa na sua realidade. Digo isso em todos os sentidos: se atende a seus requisitos básicos de localização, número de vagas, etc; se ele comporta sua necessidade de espaço, se você pretende levar alguns móveis já existentes, e se eles vão caber no novo local; avaliar as necessidades de uma reforma e principalmente se tudo isso está dentro do que pretende ser investido nessa nova empreitada. Um profissional tem um “know how pode te ajudar em todas essas questões, te orientando nas questões espaciais e financeiras.

PLANEJAMENTO É A ALMA DO NEGÓCIO
O segredo para enfrentar essa nova etapa de uma forma tranquila e sem muitas surpresas é investir na parte de planejamento. Quanto mais bem definido e planejado for todo esse processo, mais simples será realiza-lo. Se você optar por não contratar ninguém saiba que será necessário investir muito do seu tempo com planejamentos e pesquisas, tomada de decisões, escolha materiais e gerenciamento dos serviços de forma a não desperdiçar dinheiro.

Definir suas prioridades e ter ideia de custo de cada um dos itens a serem realizados, nos ajuda a fazer sabia escolhas e chegar com segurança até o final. Por exemplo se você gosta muito de cozinhar, e a cozinha é uma de suas prioridades e você também quer reformar um banheiro, sabendo quanto vai custar cada item, você pode optar por acabamentos mais baratos para o banheiro para conseguir realizar a cozinha dos seus sonhos.

Uma boa dica é montar uma planilha de orçamentos  “ideal” e uma planilha secundária com opções mais em conta, isso ajuda bastante na hora de tomar decisões em trocar alguns itens para viabilizar outros.

PESQUISE, PESQUISE, PESQUISE!!!
Pesquise muito! Não digo na parte de serviços, se você tem um profissional de confiança, um pedreiro, marceneiro, eletricista etc. vale a pena pagar um pouco mais caro para se ter a segurança de um bom resultado e cumprimento dos prazos. Falo principalmente na questão dos materiais. Pesquisar diferentes tipos de materiais e onde encontrá-los mais em conta. Nem sempre os home centers apresentam os melhores preços, as vezes lojas mais especificas podem apresentar melhores condições. Um arquiteto ou designer em geral já trabalha com alguns fornecedores da confiança dele que te ajuda a evitar algumas ciladas e caso você opte pelo serviço, ele faz o gerenciamento desse fornecedores a fim de evitar muitas dores de cabeça. Os materiais também, hoje temos uma infinita gama de materiais, e estão sempre surgindo novas opções, conhece-los, suas propriedades e aplicações, e noção de valores ajuda bastante na hora de defini-los.

 

A VOLTA DO DOLCE ABITARE


Nesses últimos 12 meses bastante coisa aconteceu. A reforma da “A Casa Mia“foi finalizada, nos mudamos finalmente para ela e adotamos um filhote de golden para nos acompanhar nessa nova fase da nossas vidas.

Como todo mundo sabe, obras são sempre cheias de surpresas inesperadas e quase sempre acaba fugindo das nossas aspirações iniciais. Falo isso como arquiteta que trabalha com obra a quase 10 anos… Se gerenciar reforma de outras pessoas já é bastante árduo e desgastante, com certeza absoluta dá um milhão de vezes mais trabalho quando a obra é nossa.

Muitos perrengues foram superados, tivemos um sério problema com o empreiteiro que estava fazendo a obra – fica a dica tá! Eu como arquiteta prego isso a todos os meus clientes e amigos, mas como “Casa de ferreiro, espeto é de pau”, agente só aprende vivendo – Mesmo que você tenha um empreiteiro de extrema confiança, para uma obra de grande porte como foi a minha, sempre que puder optar por uma construtora ou empresa de engenharia que te faz um contrato com prazos, gastos e serviços muito bem definidos, OPTE PELA CONSTRUTORA!! Foi a decisão que acabamos tomando. Um empreiteiro pode ser mais barato, mas as dores de cabeça e a falta que faz ter um engenheiro que responda pela sua obra faz toda a diferença. Quase sempre a economia não se justifica.

Hoje, mais de um ano depois vou postar aos poucos como ficou o resultado do nosso sonho bastante turbulento… Além de continuar compartilhando ideias, referências e inspirações para o seu Dolce Abitare!

FORRO DE GESSO


Na semana passada concluímos a instalação do forro de gesso. Por se tratar de uma construção antiga, a casa já está bem “acomodada” no terreno e não ocorre muita movimentação, com isso optamos por utilizar plaquinhas de gesso ao invés de drywall, elas são mais suscetíveis a trincas mas têm um custo menor. Para seguir com a re-leitura do art deco, utilizamos uma moldura em L com um pequeno detalhe. Na próxima etapa, será aplicada massa corrida e primeira demão de tinta em todo o forro seguido pela furação para iluminação. Veja detalhes do trabalho realizado:


Apesar de simples, não encontramos a moldura que queríamos, ela precisou ser personalizada 


A moldura serviu como apoio para o forro, que ficou solto nas laterais, tendo espaço para dilatação


Trabalhando com um rebaixo mínimo de 15cm, conseguimos manter um pé direito bom, com altura de 2,80m

 

HIDRÁULICA BANHEIRO


Após a remoção de pisos, revestimentos, louças e metáis, e a reestruturação elétrica, foi confeccionada a nova hidráulica para o banheiro, que irá receber aquecimento central e banheira de imersão. Veja as etapas realizadas:


O projeto de reforma do banheiro visa trazer de volta as características originais da casa junto com a modernização das instalações 


Na primeira etapa, foi removida a tubulação antiga (de ferro) e o entulho que preenchia a laje rebaixada, por onde passa o encanamento



O ramal principal (de 100mm) foi posicionado do vaso até a coluna e interligado a caixa sifonada (que recebe o ralo e a saída de água da banheira) e a tubulação da pia



Para a tubulação de água quente, foram utilizados os tubos e conexões Aquatherm da Tigre, que possuem um custo mais baixo e instalação mais simples que os de cobre, são colados da mesma forma que os de pvc para água fria


Um novo contra-piso foi feito


Para controlar o fluxo de água entre a bica da banheira e o chuveiro, foi instalado o Misturador Monocomando com Desviador da Deca, modelo Smart (no detalhe)


Foi construída a alvenaria para apoiar a banheira de imersão Celite Europa em aço esmaltado (no detalhe)

INFRA AR CONDICIONADO

Aí vai uma dica útil para quem quer deixar a infra-estrutura para ar condicionado pronta e que não pretende instalar o split imediatamente, por questões financeiras ou para averiguar se o aparelho é realmente necessário. Para não ficar com os tubos e cabos do ar pendurados na parede, existe uma solução: a Caixa de Passagem para Split da Polar. Ela é dimensionada para receber todas as conexões do Split, tem saída para o dreno, e fica embutida na parede com uma fina camada de massa corrida sobre a tampa da frente. Quando resolver instalar o ar condicionado, basta recortar esta tampa sem precisar estragar a sua parede, o tamanho do recorte já é calculado para que o split o esconda, dessa forma você não precisa mexer com nada de obra quando resolver instalar. Veja as etapas da instalação na nossa casa:


Optamos por deixar a infra para o ar condicionado apenas no dormitório principal. A parede escolhida faz divisa com o banheiro, isso facilita a instalação do dreno, que deve ser conectado em uma caixa sifonada (ralo), para que não retorne mau cheiro

O tubos que partem da caixa do split, passam sobre o forro do banheiro…

…e chegam até a sacada, onde ficará a condensadora.


Após fechar os cortes, uma camada de massa corrida foi aplicada para esconder a caixa com os tubos, e deve receber pintura em breve…

Lembre-se de fazer uma vista e marcar a posição da caixa, para quando for instalar, não quebrar no lugar errado e estragar a parede!!