LONDON LOFT


No bairro londrino de Camden Town, o escritório Craft Design transformou um sotão de 56 m2 em  um loft muito bem distribuído. O destaque fica para o volume cúbico ao centro, que abriga banheiro e closet em seu interior, dormitório na parte superior e tem a função de separar cozinha e living.


A escada que leva a parte superior se funde a parede de nichos que preenche toda a lateral do ambiente


Além das janelas laterais, três janelas de tetos deixam o loft bem iluminado durante todo o dia

Fontos: Armando Elias/Craft Design

THE BOX HOUSE

Uma antiga marcenaria deu lugar a este incrível e original loft em Firenze (Florença, Itália). Utilizando mais de 300 caixas antigas de madeira (que eram utilizadas como urnas de votação), peças vintages e cores fortes, o arquiteto Alessandro Capellaro deu uma cara exclusiva a este projeto. As urnas estão presentes em todos os ambientes, mas sempre trabalhando composições, funções e combinações diferentes, o que faz com que a repetição do objeto não fique cansativa, e sim, reforce a identidade do projeto.

Fonte: http://b-arch.it

LOFT EM MANHATTAN

Riqueza em texturas, cores e linhas puras criam uma deslumbrante moradia para uma família moderna de Nova York

Esse lindo apartamento na Ilha de Manhattan apesar de limpo e com linhas modernas, consegue ainda ser quente e acolhedor. Quando a designer de interiores Purvi Padia encontrou o local no bairro de Tribeca, tudo era bem simples e branco. Decidiu decorá-lo apenas com o essencial. Incorporando texturas em cada parede e usando uma rica palheta de cores neutras, Padia criou ambientes distintamente modernos mas cheios de personalidade e interesse visual.

Luminárias personalizadas; Tampos em Caesarstone  ; banquetas: BDDW;  frontão em pedra: Stone Surce; armários Boffi (acreditem, vale apena visitar cada um desses links!!)

A cozinha é o cômodo onde a família passa a maior parte do tempo, por esse motivo Padia mudou o acabamento de parte do chão da cozinha de madeira para pedra pela sua resistência. As bancadas de Caesarstone (material semelhante ao Silestone, também é comercializado no Brasil), também foram escolhidos pela sua resistência. Foram criados armários sob a ilha e uma pequena despensa para garantir um visual mais limpo e minimalista, Padia queria que a cozinha fosse um espaço de convivência, e ter uma boa iluminação teve um grande papel nisso.
Sua peça favorita no apartamento é a magnifica mesa de jantar “É algo totalmente inventada por mim mesma”, diz ela. A mesa é feita em bambu e coberta com sete camadas de laca. As camadas de laca formam ondas sutis na superfície da mesa, mas não o suficiente para afetar ou deixar a louça bamba. Uma faixa em aço escurecido ao meio, além de ser um elemento de design é também perfeito para se colocar as panelas quentes sem estragar a mesa.

Lustre Ochre; cadeiras e banco Holly Hunt

 “Eu conheço os gosto do meu marido, e eu sei que ele gostaría de algo neutro. Mas eu acrescentei pontos de cor onde eu pude.” Todas as almofadas são pedaços de tecido que Padia juntou ao longo dos anos.

Poltronas  Jen Risom; Tecido laranja  Maraham; sofá  Poliform

Com uma criança em casa, Padia teve o cuidado em manter fios e luminária de piso e outras coisas que podessem ser perigosas fora dos espaços principais. Para adicionar altura a esses ambientes, ela trabalhou com mesas mais altas e poucos acessórios fora de alcance do bebê.

 

Banqueta Dunbar, estofada com tecido Pucci

Paredes em madeira nogueira e mármore polidos  adicionam calor aos móveis limpos e modernos da decoração. A designer deixou poucas paredes lisas visíveis no apartamento. Há madeira, metal, tecido e pedra nas paredes de quase todos os ambientes. “Eu sou uma grande fã de texturas”diz ela. “Eu gosto de ter pelo menos uma textura diferente em cada ambiente”.

Tecido na parede Hollywood Grape, Neisha Crosland; tapete Rug Company; aparador com couro no tampo

No quarto do bebê, Padia queria que o quarto fosse alegre e sofisticado. O mural de inspiração francesa vintage se encaixa perfeitamente na casa. “Eu não queria nada que fosse fora do esperado”ela dissse.

Berço Bratt Décor; poltrona laranja Ligne Roset; tapete Paul Smith

A suíte master é um lugar de pura serenidade. As paredes foram tratadas com uma pintura especial com um sutil brilho dourado. Como o resto da casa, os móveis são simples e limpos. O carpete personalizado, a prateleira em aço, as mesas de cabeceira trabalhados com uma textura e elementos naturais criam um visual bastante aconchegante e calmo.

Cama e cabeceira Hudson; abajour ROOM

Uma bela visão da cidade cumprimenta Padia e o marido quando entram na suíte master, complementando a decoração clean com uma sensação Zen

Post traduzido do site Houzz