BANQUINHOS SÃO JOÃO

Os Banquinhos São João com design de Tânia Bueno, além de lindos, são super versáteis. Produzidos em MDF, recebem estampas personalizadas, cores sólidas ou exibem a madeira natural (quando produzidos com madeiras de reaproveitamento). Há sempre lugar para eles na sua casa, como apoio, objeto de decoração e para gerar aquele lugar a mais quando receber os amigos.

Os preços partem de R$ 60, podendo chegar a R$150 os mais trabalhados. Para encomendar o seu ligue para: (11) 98718-4866. Se estiver em São Paulo, você encontra os banquinhos na loja Adorno Madeiras e objetos (Rua Fradique Coutinho, 346, Pinheiros-SP).

INSPIRAÇÃO: CLOSET

Quem não sonha em ter um closet enoooorme, com lugares determinados pra tudo, pra ficar tudo arrumadinho?? Seguem alguns closets bacanas, com boas e práticas idéias

E por ultimo o closet dos sonhos de muitas mulheres, incluíndo o meu! O antigo e o novo!

O closet da Carrie de Sex and the city até inspirou arquitetos, foi tema desse ambiente da casa cor Brasília em 2010.

10 DICAS PARA DECORAR PEQUENOS ESPAÇOS

1-      Ambientes interligados e contínuos

Você pode garantir que os ambientes pareçam maiores interligando espaços com menos paredes e mesmos materiais como mesmo piso, forro contínuo, e mesmas cores (cores claras).

2-       Um bom desenho de marcenaria

Um bom projeto de marcenaria ajuda a aproveitar cada espaço sobrando.

3-      Decoração Clean

As cores claras e frias ampliam os ambientes. Outra dica para deixar o local clean é usar poucas peças (não atulhar coisas) e manter tudo sempre bem arrumado.

4-      Layout  Flexível

Layout que possa ser flexível com peças que só saem do lugar quando serão utilizadas.

5-      Bom Layout

Os móveis escolhidos devem ser muito bem escolhidos, quanto maior os móveis mais o ambiente parecerá maior, mas com cuidado para não ser desproporcional com o ambiente.

6-      Espelhos

Uso de espelhos bem posicionados. Os epelhos refletem o ambiente fazendo parecer maior, é sempre uma boa opção para qualquer espaço.

7-      Linhas marcadas

Linhas horizontais ou verticais ajudam a dar a impressão de aumentar o espaço, seja na largura ou na altura. Opções de elementos que já marcam essas linhas é um piso de madeira com veios ou tábuas marcados em uma direção, papel de parede ou pintura listrada, colchas para a cama listradas, etc.

8-      Altura dos móveis

Móveis mais baixos ajudam ao ambiente parecer maior, além de serem mais modernos.

9-      Cortinas

Cortinas que vão do piso ao teto (ou forro) ajudam ao parecer mais alto e menos dividido.

10-   Peças maiores

Ainda na idéia das linhas, o mesmo vale para o piso frio, quanto maiores as peças menos linhas de rejunte você verá, menos divido, e dessa forma impressão de maior.

 

REVESTIMENTO DE PAREDE
MADEIRA

A madeira dispensa apresentações. Com sua imensa gama de cores, texturas e aplicações diferentes, ela traz aconchego e calor aos ambientes. Uma parede revestida em madeira sempre ganha um destaque especial.

João Armentano – Pau Ferro

Das mais nobres, as recicladas, reaproveitadas de demolição, painéis, filetadas, paginadas, em tábua, etc, a madeira é sempre algo atemporal.

Dado Castello Branco – Loja Antônio Bernardo

Guto Requenha – madeira de demolição

Ana Maria Viera Santos

Presente em todos os tipos de ambientes, cozinhas, livings, banheiros, dormitórios, escritórios, comércio, restaurantes, etc. Atualmente estão em alta os painéis de madeiras com veios mais marcados como o ipê e pau-ferro, por exemplo, com veios na vertical .

Roberto Migotto – Mostra Black 2012 – Madeira Ipê

João Armentano – madeira ipê

FLIPPED HOUSE

Projeto do escritório Australiano MCK Architects, é o resultado da intensa reforma de uma casa dos anos 60, quase como uma versão contemporânea de si mesma. A única mudança radical no projeto foram os dormitórios que foram invertidos e jogados para fora para se aproveitar melhor a vista e as áreas externas, desta forma os ambientes são quase todos voltados para os jardins e áreas verdes que circundam a casa, diluindo os valores de interno e externo.

Os materiais escolhidos seguem uma linha bastante natural com madeira e revestimentos em pedra com detalhamentos baseados na arquitetura original. A cozinha, com um tampo em concreto seguindo formas orgânicas contrasta perfeitamente com o calor trazido pela madeira, e que ainda é coroado pelos pendentes do designer Tom Dixon. Outro simples elemento presente que nos trás uma interessante textura que conversa perfeitamente com os outros elementos são os tijolos furados.

designhunter.net