8ª MOSTRA ARTEFACTO

Nesse ultimo sábado, dia 11, aconteceu a inauguração da 8ª Mostra Artefacto, trazendo idéias inovadoras e ultimas tendências de cores e materias, onde destacam-se os papéis de parede com imagens super realistas, parceria com a empresa Orlean. A mostra contempla a nova coleção da artefacto, explorada por grandes arquitetos de São Paulo. Você pode conferirn a Artefacto da rua Haddock Lobo, 1405 ( São Paulo-SP) até abril de 2014.

20130515-215545.jpg20130515-215600.jpg20130515-215608.jpg
Um dos destaques da mostra é o ambiente “Sala de Jantar com Adega” da arquiteta Marília Veiga, que une funcionalidade com criatividade e sofisticação.

20130515-211535.jpg20130515-211541.jpgQuarto do jovem casal – Beatriz Dutra

20130515-211549.jpg20130515-211609.jpgCozinha Gourmet – Mara Junqueira e Luiz Geraldo Avelino

20130515-211630.jpgFamily Room – Beto Galvez e Nórea De Vitto

20130515-211645.jpg20130515-211652.jpg20130515-211700.jpgLiving – Debora Aguiar

20130515-211707.jpgAmbiente Multifuncional – Chris Hamoui

20130515-211730.jpgAmbiente Múltiplo – Roberto Cimino e Nelson Amorim

20130515-211738.jpgBem Família – Cida Portes

PALESTRA ARQBACANA:
MARCIO KOGAN

O site Arqbacana promove palestras mensalmente de arquitetos e escritórios de arquitetura conhecidos para apresentarem seus projetos. Esse mês o arquiteto escolhido foi Márcio Kogan e seu escritório Studio MK27.

O escritório, bastante conhecido e premiado dentro e fora do Brasil, tem  cada vez mais se destacado, chegando até a ganhar em 2011 o título de membro honorário do AIA (American Institute of Architects). Com uma equipe de 22 pessoas, percebe-se o tempo todo a procupação do arquiteto em manter o escritório pequeno para não perder em qualidade.

Kogan começou a palestra contando um pouquinho de sua paixão não só pela arquitetura, mas pelo cinema. Quase todos os projetos foram apresentados com pequenos curtas mostrando a versatilidade de seus projetos, na maioria das vezes com grandes painéis de vidro ou brises de madeira que abrem e fecham em uma busca incessante do arquiteto pela permeabilidade dos espaços e pela dissolução de conceitos do que é interno ou externo. Outra característica marcante em sua arquitetura é a importância dada ao caráter artesanal de suas obras, com todos os detalhes desenhados pelos arquitetos do escritório, desde a paginação de fôrmas para criar as texturas que vemos nas empenas de concreto, os brises ou “muxarabis” que vemos nos painéis das fachadas e até o preciosismo de detalhes de puxadores para os móveis.

Entre seus projetos mais famosos, a Casa Paraty foi desmembrada por seus criadores nos trazendo um pouco das problemáticas enfrentadas pelo escritório, como a dificuldade de se levar os materiais para sua construção, visto que a casa encontra-se numa ilha , suas soluções estruturais e rumos tomados respeitando as opiniões dos clientes.

Outro projeto que eu particularmente gosto muito é do Studio SC que é um estudio de fotografia de alimentos. As soluções apresentadas pelo escritório são bastante eficientes e elegantes, nos apresentando uma inusitada e criativa circulação por esses espaços, através de uma passarela suspensa, dessa forma,  sem atrapalhar o espaço destinado as fotografias.

 

Para saber mais sobre as palestras que o site oferece acesse o link Arq!bacana, as palestras são sempre realizadas no Museu da Casa Brasileira. Entre as próximas palestras estão o escritório Triptyque no dia 16 de maio, Arthur Casas no dia 13 de junho e Aflalo e Gasperini dia 22 de agosto.

Seguem mais algumas fotos de projetos apresentados na palestra:

Casa Bahia

Casa Tobleroni

Casa dos Ipês

ARQUITETO: 
GUILHERME TORRES

Eu costumo receber e-mails de sites estrangeiros que eu estou sempre de olho, e hoje para minha surpresa o post principal de um desses blogs, o Houzz, era justamente sobre um projeto de um arquiteto brasileiro. Diante disso me veio a ideia de fazer no meu blog uma sessão para divulgar trabalhos de arquitetos que gosto e admiro. Vou justamente começar com esse arquiteto, já que ele recebeu atenção de fora.

GUILHERME TORRES
Como já disse vou começar falando sobre o arquiteto Guilherme Torres, que tem ganhado bastante destaque na mídia nacional e internacional. Guilherme Torres é graduado em Arquitetura e Urbanismo pelo Centro de Estudos Superiores de Londrina – UNIFIL (1998) e pós-graduado em MBA Gestão Empresarial pela Fundação Getulio Vargas – FGV (1999). Com dois escritórios, um em São Paulo e um em Londrina, o arquiteto atua com projetos residências, comerciais e design de mobiliário. Seus projetos se destacam pelo caráter moderno e minimalista, na maioria das vezes coloridos, mas sendo ao mesmo tempo divertidos e sofisticados, com amplo uso de materiais naturais como madeira, pedra, ferro etc. Sempre com um toque de ousadia.

O projeto que foi publicado no site Houzz é do escritório do arquiteto aqui em São Paulo. Localizado no bairro dos Jardins, a casa da década de 40 pertenceu ao artista Victor Brecheret, conhecido pelas suas esculturas famosas, a casa foi pouco modificada por dentro. Na fachada uma grande porta de madeira feito um tipo de “muxarabiê”, junto com uma obra em neon da artista Pinky Wainer a frase “land of the free, home of the brave”.  Decorada com os móveis desenhados do studio Guilherme Torres.

 

Conheça outros trabalhos do escritório: